homomigrator_www

homo-migrator.www
(Virtual Performances – laboratorio para teatro virtual)
(2011)



O projeto Virtual Performances - laboratório para teatro virtual nasceu no ano de 2008 e consiste em uma série de intervenções virtuais-teatrais por vídeo-conferência pela internet.

homo-migrator.www gira em torno do tema da migração em geral e em relação à WorldWideWeb (www.): migração de pessoas, mas também migração de dados, bens, informação. O vídeo-chat se converteu na ferramenta fundamental de comunicação do migrante. A WorldWideWeb é o meio que aparece imprescindível para vender e comprar, nos comunicar, exibir e falsificar a nós mesmos.

Quatro atores, alguns deles migrantes, outros com familiares no estrangeiro, interagem com o público de sus lugares de residência por meio do Skype.

O que significa estar em outro lugar, ser estrangeiro nos tempos do ciberespaço?
Esta obra foi produzida com o apoio da residência artística de Nau Côclea, Camallera, Espanha (2010) e conta com o apoio do Fondo Nacional de las Artes (2011).

Foi apresentada durante o Festival Internacional de Teatro MERCOSUR, Córdoba 2011 Camallera, Espanha (2010) y cuenta con el apoyo del Fondo Nacional de las Artes (2011).



FICHA TÉCNICA
Conceito, direção e dramaturgia geral:
Christina Ruf + Ariel Dávila (BiNeural-MonoKultur)
Interpretação e dramaturgia:
Alemanha/Berlim: Florian Loycke (Das Helmi) e Katharina Schröder
Brasil/São Paulo: Ieltxu Martínez Ortueta (Kapota mas não breka)
Colômbia/Bogotá: Santiago Merchant e Ricardo de la Vega (Santagalatea Proyect)
Espanha/Madri, Burgos: Cecilia Peréz-Pradal (Cia. Puctum)
Colaboração Alemanha (Desenvolvimento de cena): Meret Kiderlen
Assistentes de cena: Gabriela Aguirre, Farina Bender, Tamara Franck, Jimena Garrido
Conceito original (Virtual Performances): BiNeural-MonoKultur, Meret Kiderlen e Carolina Defossé

DURAÇÃO: 70 min. aprox.